Tajinaste: a famosa planta das Canárias

As ilhas são sempre local de grande número de plantas e animais endémicos, isto é, que se encontram exclusivamente em determinada região. A ilha de Tenerife, no arquipélago das Canárias, não é uma exceção. Dominada pelo vulcão El Teide, com 3.718 metros de altura, é uma ilha isolada e repleta de micro-climas, dois dos fatores que lhe concebem uma grande percentagem de endemismos e uma beleza natural incomparável.

Dedo de deus e cratera principal do vulcão El Teide
Não fosse já o vulcão El Teide um ex-libris da região, com mais de 4 milhões de visitantes ao ano, Tenerife ainda conta com mais de 140 espécies de plantas únicas no mundo. Uma das minhas favoritas e mais famosa é a Tajinaste (Echium wildpretii), planta esta, que só pode ser encontrada nas ilhas de Tenerife e La Palma.

Tajinasta vermelha (Echium wildpretii)
A Tajinasta pode crescer até aos 3 metros de altura e floresce do final da primavera até ao inicio do verão. É uma planta bianual (com um ciclo de vida de 2 anos), produzindo uma roseta de folhas no primeiro ano (Fig. 3) e flores no segundo, acabando por morrer após completar este ciclo.

1º ano da Tajinasta vermelha (Echium wildpretii), resistente à neve (plantlust.com)
É uma planta com uma adaptabilidade térmica incrível, visto que passa metade do ano com temperaturas baixíssimas (fig.3) — Eu recordo-me de estar na praia na província de Puerto de la Cruz e olhar para o vulcão e ele estar completamente cheio de neve. —  já durante o verão, estas plantas têm de suportar temperaturas bem altas.

 Floração da Tajinasta vermelha (Echium wildpretii)
Num próximo artigo poderei falar um pouco mais sobre o vulcão Teide, um dos maiores vulcões da Europa e um dos mais emblemáticos do mundo. É a volta deste que se ligam grande parte das histórias e lendas criadas pelos povos que aqui viviam antes da chegada dos espanhóis, conhecidos como os ‘Guanches’.

Diz-nos o que achaste! Alguma vez tinhas visto uma planta assim? Alguma vez tiveste nas ilhas canárias? Não percas os próximos artigos, porque nós também não! 



0 comentários:

Enviar um comentário

My Instagram